Tribunal de Justiça homenageia jovens e parceiros do programa Novos Caminhos no Vale do Itapocu

10 de dezembro de 2019
Fonte:
https://revistabusiness.com.br/mercado/tribunal-de-justica-homenageia-jovens-e-parceiros-do-programa-novos-caminhos-no-vale-do-itapocu/

“Somente unindo forças das instituições e da iniciativa privada poderemos contribuir para que tenhamos uma sociedade mais justa, menos bélica e livre de pré-conceitos, possibilitando a capacitação e garantindo a autonomia de jovens que por muito tempo foram privados de direitos básicos”, assinalou a juíza Daniela Fernandes Dias Morelli, responsável pela vara da Família, da Infância e da Juventude na Comarca de Jaraguá do Sul, na solenidade que marcou nesta quinta-feira (5) mais um ano de atividades do programa Novos Caminhos.

Iniciativa que surgiu em 2013 com o objetivo de preparar para o mercado de trabalho e contribuir na formação de jovens sob a tutela do Estado, a partir dos 14 anos e até alcançarem a maioridade, o programa Novos Caminhos é uma parceria da Coordenadoria da Infância e da Juventude do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (CEIJ/TJSC), Associação dos Magistrados Catarinenses (AMC), Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/SC), Associação Catarinense de Medicina (ACM), Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), FIESC, Fecomércio e Fundação ESAG. Durante o evento, realizado no Fórum da Comarca, ocorreram homenagens a empresários que oportunizam vagas de empregos, estágios ou aprendizagem e a 20 adolescentes participantes do programa em 2019.

São jovens como Rayane Cristina Alves da Silva, beneficiados com capacitações ofertadas gratuitamente pelas entidades parceiras, se habilitando a participarem de programas de inserção ao mercado de trabalho. Alguns dos adolescentes receberam em 2019 oportunidades no Programa Jovem Aprendiz e outros passaram por processos seletivos e poderão no próximo ano frequentar cursos oferecidos pelo SENAI-SESI, SENAC e SEBRAE. São atividades de educação profissional e programas em várias áreas de conhecimento, podendo desenvolverem projetos e participando de atividades complementares que os qualificarão para o mercado de trabalho ao completarem a maioridade.

“Participar do programa me permitiu abrir um horizonte, porque os conhecimentos que adquiri vão me dar a chance de realizar um sonho, entrar no mercado de trabalho”, comemora Rayane. Em 2020, a adolescente inicia período como jovem-aprendiz do SENAI em uma empresa na empresa Menegotti Malhas, em Jaraguá do Sul, mas os planos incluem no futuro uma formação na área de Segurança do Trabalho.

Empresas são reconhecidas pela adesão ao programa

Além dos jovens, também foram homenageadas a equipe que atua na coordenação do programa e representantes das instituições parceiras. Também foram entregues certificados e conferido o selo de Empresa Cidadã à Lunelli Indústria do Vestuário, Supermercados Brasão, Mini Mercado PS, Caixa Econômica Federal, Metalúrgica Hame e Cecbra Equipamentos para Medicina e Estética – reconhecidas por abrirem oportunidades aos jovens em 2019.

“Estão todos de parabéns porque souberam agarrar esta chance que lhes foi dada. Participaram com afinco e contaram com a dedicação de uma rede articulada de professores e técnicos das instituições parceiras. Este programa une a teoria e a prática, permitindo que se profissionalizem e atinjam a autonomia, com a abertura que a indústria e o comércio oferecem de estarem inseridos em um mercado de trabalho cada vez mais competitivo. É uma realização pessoal a cada um dos jovens, possível graças à parceria público-privada, só assim conseguiremos reverter situações de violação de garantias e direitos que são assegurados pela Constituição como prioridade absoluta”, reafirmou a juíza Daniela.

Destaque ao engajamento da comunidade

O vice-presidente da FIESC no Vale do Itapocu, Célio Bayer, também ressalta a importância do engajamento de setores ativos da sociedade civil, do poder público, Ministério Público e Poder Judiciário. “É um programa exitoso que está alinhado ao senso de responsabilidade da classe empresarial e do compromisso da sociedade em inserir plenamente estes jovens na comunidade”.

Para o prefeito de Jaraguá, Antídio Lunelli, o sucesso do programa comprova o compromisso da região com o desenvolvimento econômico com responsabilidade social. “É uma característica marcante que mostra o entrosamento de todos os setores de nossa sociedade, com pessoas que se dedicam às causas sociais”, enfatizou o prefeito ao lembrar que a solenidade ocorria no Dia Internacional do Voluntariado, 5 de dezembro. Falando das dificuldades que encontrou na adolescência, como filho de agricultores e como empregado, antes de montar seu próprio negócio, Antídio recomendou aos jovens que jamais percam a esperança de terem um futuro melhor. “Também tive uma vida difícil, aproveitei as oportunidades, procurando sempre fazer diferente, fazer o melhor para atingir meus objetivos. Nunca percam a fé naquilo que vocês acreditarem”, reforçou.

A juíza Graziela Shizuiho Alchini, diretora do Fórum da Comarca de Jaraguá do Sul, também enaltece o envolvimento da sociedade com a causa. “Sem esta articulação, o poder judiciário não teria como contribuir muito além do que aplicar alguma medida de correção ou tirar estes jovens de uma situação de risco. Com este apoio, conseguimos mostrar a eles que existe um caminho diferente em suas vidas, de oportunidades, diferente daquela situação de onde vieram, difícil e socialmente vulnerável”.