Patronato Anjo da Guarda recebe representantes do Programa Novos Caminhos

No dia 16 de outubro a Associação Patronato Anjo da Guarda recebeu a Coordenadora Estadual do Programa Novos Caminhos, Bianca Gobbi Pauletti e a equipe regional representadas por Genoeli Berres responsável pelo SENAC de Joaçaba, Mariza Costa responsável pelo IEL regional de Joaçaba, Marcia Dosiatti Cendron Coordenadora Pedagógica do SENAI de Joaçaba, Tania R.S. Czech Assistente Social Forense da Comarca de Catanduvas, juntamente com a equipe Técnica da instituição, Assistente Social Simone Panegalli, Psicóloga Cristiane Ferreira e Coordenadora Marilete Chilantti onde foi discutido sobre a implantação do Programa no município.

O Programa Novos Caminhos é uma iniciativa da Coordenadoria da Infância e da Juventude do tribunal de Justiça de Santa Catarina (CEIJ/TJSC) em parceria com oito entidades sendo o principal foco proporcionar aos adolescentes em Serviços de Acolhimento no Estado de Santa Catarina, a participação em atividades socioeducativas que favoreçam mudanças no seu comportamento e potencializem a aquisição de competências para inclusão no mundo do trabalho. O Programa atende adolescentes com idade a partir de 14 anos, visando á preparação para a vida autônoma. O programa também abrange os egressos (até um ano do seu desligamento) dos referidos serviços. Ainda por meio do programa pretende-se trabalhar a ampliação e o fortalecimento das redes sociais de apoio do adolescente, visando possibilitar a construção de vínculos de afeto e referencial de vida.
Ao ingressarem no Programa, os jovens são acompanhados individualmente e encaminhados a programas de escolarização, qualificação, profissionalização e atividades complementares. Os cursos de formação são ofertados pelo Sistema FIESC, por meio do Instituto Euvaldo Lodi (IEL), do Serviço Social da Indústria (SESI) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) e pela Fecomércio, por meio do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial, respeitando-se as necessidades e o perfil de cada adolescente.
Após concluírem os programas de capacitação, os jovens são encaminhados, ao seu tempo, ao mundo do trabalho. Para que esse processo ocorra de forma adequada e segura, o Programa também prevê a sensibilização e a orientação da comunidade empresarial, convidando-os a fazer parte da ação.

 

Por Catanduvas Online
17/10/2018 16:05