Jovens recebem certificado do Programa Novos Caminhos em Rio do Sul

A formatura do Programa Novos Caminhos 2018 foi realizada na tarde de sexta-feira, 07 de dezembro, no auditório do SESI Alto Vale, em Rio do Sul. Cinco jovens, que vivem em instituições de acolhimento, concluíram a partição no programa, sendo três deles de Rio do Sul e dois de Pouso Redondo.

A cerimônia contou com a participação de André Armin Odebrecht, vice-presidente da FIESC Alto Vale; Alcides dos Santos Aguiar, desembargador da Associação dos Magistrados Catarinenses (AMC); Eduardo Chinato Ribeiro, promotor da Vara da Infância e Juventude da Comarca de Rio do Sul; Rafael Mendes Barbosa, juiz da 1ª Vara da Comarca de Trombudo Central; Rossana Sandra Maas, assistente social do Fórum de Rio do Sul, representando o Tribunal de Justiça; Giovane Honorato de Carvalho, diretor do SESI Alto Vale; Graziela da Silva Branco, diretora do SENAI Alto Vale.

 

Após a entrega dos certificados, o jovem Matheus de Lourena Machado, de 16 anos, falou sobre a participação no programa. “Ter feito o Novos Caminhos foi muito bom porque eu aprendi coisas novas, que eu não esperava. Agradeço aos professores e a todos que nos apoiaram”, disse Mateus.

O desembargador Alcides dos Santos Aguiar contou como o projeto iniciou e como as novas instituições parceiras reforçaram as atividades. “Esse programa segue o que está previsto no Estatuto da Infância e da Adolescência e na Constituição Federal, de que os jovens têm direito a profissionalização e a proteção no trabalho. Os empresários catarinenses também estão engajados nesta empreitada”, contou Aguiar. Ele incentivou os jovens a acreditarem neles mesmos. “Tudo é possível para aquele que se propõe a crescer na vida. Procurem se qualificar sempre mais. Os caminhos que estão sendo oportunizados aguardam por vocês”, concluiu.

O vice-presidente da FIESC Alto Vale, André Armin Odebrecht, salientou que a parceria entre as entidades é um dos pilares para o sucesso do Programa Novos Caminhos, criado inicialmente pela FIESC, para oferecer oportunidades aos jovens, que por circunstâncias adversas não convivem com suas famílias. “Esse é um dever dos empresários e da sociedade, promover igualdade de oportunidades. Essa escolha de vocês, de participarem do programa, os torna vencedores, com condições de criar um futuro diferente e isso é fundamental”, ressaltou André.

O Programa Novos Caminhos tem como objetivo preparar os adolescentes, a partir dos 14 anos, para ingressarem no mercado de trabalho e conquistarem sua independência. Desde 2013, quando foi criado, o programa já atendeu mais de 1,1 jovens, sendo que 213 já estão trabalhando. Neste ano, 265 jovens irão se formar em todo o Estado.

O projeto é uma parceria da FIESC com a Coordenadoria da Infância e da Juventude do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (CEIJ/TJSC), Associação dos Magistrados Catarinenses (AMC), Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/SC), Associação Catarinense de Medicina (ACM), Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina (FECOMERCIO) e Fundação ESAG.

FOTOS: Debora Claudio